_ADS5117

PROPOSTA PEDAGÓGICA

 

O QUE TEMOS:

Crença na possibilidade de se FAZER uma educação mais significativa.

“Estudar não é um ato de consumir ideias, mas de criá-las e recriá-las.” -Paulo Freire Colocar o aluno no centro dos processos educativos e trabalhar para que ele tenha uma aprendizagem significativa.

Se trata de uma aprendizagem construída e relacionada com os conhecimentos prévios, onde o sujeito adquire um papel ativo, reorganizando e reestruturando a informação. Ou seja, a aprendizagem deve ser significante, deve ter um sentido, ser experiencial para aquele que aprende.

 

 

Persistência e compromisso
com a busca do novo.

Comprometimento com o conhecimento, buscando sempre manter as propostas atualizadas e experimentar novas possibilidades pedagógicas que se encaixam dentro da proposta. Ampliação do aprendizado do coletivo. Consciência de que a proposta precisa ser fluida, estar em constante adaptação, abraçando o novo e se moldando. A capacidade de construir novos conhecimentos e novas formas de interferir na realidade;

GUZ_9850

 

 

Reflexão intensa e  permanente sobre nossa prática.

Abertura para pensar e refletir sobre a proposta e as práticas sendo aplicadas, colocando o aprendizado e o desenvolvimento do indivíduo como membro ativo e pensante da sociedade sempre em primeiro lugar

 

 

Humildade para reconhecer
acertos e desacertos.

Os acertos e desacertos são características integrantes do processos de aprendizagem, e são eles que nos levam à evolução contínua.

 

 

Disposição para aprender com os erros.

Mudar a percepção com relação aos erros é uma maneira de entender como melhorar o aprendizado. Isso possibilita, não somente em situações pedagógicas, trocas de percepções, de preocupações, de aspirações e de expectativas diferentes com relação a determinados temas. Se trata de utilizar os erros como uma base para novos aprendizados e a partir deles identificar formas diferentes de pensar.

VALORES

 

vivenciados no dia-a-dia e no ambiente.

 

  • ESSENCIALIDADE (simples versus supérfluo ou sofisticado)

  • INDIVIDUALIDADE (auto conhecimento, auto-estima)

  • IGUALDADE (acolhimento e valorização das diferenças)

  • DIÁLOGO (meio de convivência na diversidade)

  • CRIATIVIDADE (a negação do estereótipo)

  • SIGNIFICADO (conhecer é prazeroso)

  • CRITICIDADE (será que é como dizem que é?)

  • ÉTICA (a capacidade de considerar a existência do outro)

  • LIBERDADE (valor maior)

  • AUTONOMIA (ser autor da própria caminhada)

  • DEMOCRACIA (a ética na convivência social