Acampamento cultural na aldeia Pataxó

Durante três dias alunos do Ensino Médio vivenciam a cultura indígena

A atividade não é novidade no currículo da Escola da Serra e faz parte das experiências ofertas aos alunos do Ensino Médio para alargarem sua visão de mundo apreciando e vivenciando outra cultura. Foram três dias intensos na aldeia Pataxó em Carmésia (MG) onde os alunos participaram de rituais e jogos indígenas, ouviram histórias ao redor da fogueira, compartilharam as refeições, foram observadores da rotina, do modo de ser, da luta do povo Pataxó pela preservação de sua cultura, de sua terra, de sua dignidade.

Relato do aluno Giovanni Bacellar

“O choque cultural resultou em muitos aprendizados. Os indígenas vivem numa situação precária. Eles têm um contato maior com a natureza e a valorizam de forma extrema. Também valorizam muito sua origem, história e cultura. A religião deles engloba muitos contos relacionados com a natureza. São fortemente ligados à lua e suas fases, utilizam-na para saber quando plantar e até para o corte de cabelo.

Eles falam a língua portuguesa porque o idioma natural deles foi se perdendo com o tempo, até porque eram forçados a falar em Português, mas estão em processo de reconstrução e retomada do próprio dialeto, principalmente com as crianças. Os roteiros de aulas para as crianças são feitos em desenhos coloridos. A viagem à aldeia foi uma vivência ótima."

.”

Notícias