Um pouco da nossa história

A Escola da Serra ocupa um prédio espaçoso no alto da rua do Ouro, ao pé da Serra do Curral que, durante muitos anos, abrigou o Convento dos Dominicanos. Além da área construída, o terreno tem 2000 metros quadrados de área livre arborizada.

Esse local guarda uma história de intensa participação social e política. Há cerca de 40 anos, os frades que residiam nesse convento exerciam atividades importantes tanto para a comunidade quanto para a Igreja. Para os meninos da vizinhança, organizavam partidas de futebol, ocasião em que a bola era dividida por moradores das favelas e das casas de classe média vizinhas, sem qualquer distinção. Com relação ao exercício do sacerdócio, tinham objetivos pouco comuns para a época, pois, politicamente, assumiam o compromisso de lutar por justiça social e liberdade de expressão. Durante a ditadura militar, muitos perseguidos políticos aqui encontraram refúgio.

Posteriormente, o prédio foi alugado ao IPAMIG - Instituto de Psicologia Aplicada de Minas Gerais, que durante muitos anos aqui operou uma clínica de testes psicotécnicos e uma escola de ensino especial. Em 1992, dezenas de educadores e centenas de alunos egressos do Instituto Albert Einstein fizeram um acordo com o IPAMIG, dando origem à Escola da Serra. Sob a liderança das educadoras Arminda Matta Machado, Tieko Takamatsu, Maria da Graça Barbosa e Mabel Faleiro, e com a participação de uma Associação de Pais atuante, desenvolveu-se naquela escola um projeto educacional inovador, que chegou a ser amplamente reconhecido por seu arrojo e consistência.

Na virada de 2003 para 2004, Sérgio Godinho assume a direção da Escola herdando a alma e o nome da anterior. O projeto pedagógico foi mantido e começou a ser aperfeiçoado a cada ano.

Em 2007, o crescimento da Escola viabilizou a implementação de uma proposta extremamente inovadora de Ensino Médio, também caracterizada por ousadia, sensibilidade e consistência, marcas registradas da Escola da Serra. As qualidades pessoais dos jovens que foram se formando a partir de 2009 e os resultados por eles alcançados nos exames de acesso à universidade comprovaram, além de qualquer dúvida, a efetividade da ação educacional conduzida pela Escola da Serra.

A busca incessante por aprimoramento da proposta pedagógica, e a implementação de avanços a cada ano possibilitou, em 2014, que a Escola da Serra iniciasse uma nova etapa, levando a organização por ciclos de formação às últimas consequências. Eliminando os muros da setorização por idade - ou seja, a turma - a Escola da Serra passa a funcionar integralmente na lógica do ciclo, respeitando ritmos e propósitos individuais. Torna-se, assim, um projeto educacional ainda mais único e inovador, sempre voltado para o aprimoramento permanente e para o futuro.